O Papa recordou hoje a jornada mundial da juventude (JMJ) do Rio de Janeiro, num encontro em Roma com a comissão organizadora do certame, liderada pelo cardeal Orani Tempesta.

Segundo o serviço informativo da Santa Sé, Francisco disse que o povo brasileiro “roubou o seu coração” e agradeceu ao grupo a forma dedicada como coordenou um evento desta magnitude, que entre 23 e 28 de julho de 2013 contou com a participação de mais de dois milhões de pessoas.

“No entanto, mais do que olhar para trás, é tempo de pensar o futuro, com a certeza de que Deus irá sempre multiplicar os nossos esforços”, frisou o Papa argentino, comparando a JMJ a um “milagre” de evangelização e missão que deve ser “repetido todos os dias, em cada comunidade”.

“Enquanto ainda existirem pessoas a viver sem o poder, a luz ou o conforto da amizade de Cristo, sem uma comunidade de fé que os acolha, sem perspetivas de futuro, não pode haver lugar a tréguas”, alertou.

Agência Ecclesia – ler notícia completa aqui.

You have Successfully Subscribed!