O professor universitário Miguel Panão vai coordenar um ateliê dedicado à ecologia ambiental, económica, e social no Encontro Nacional de Leigos, a 7 de maio, em Évora.

“A definição clássica de sustentabilidade assenta nestes três pilares: A economia, a sociedade e o ambiente. Esta parte procura harmonizar todas estas relações”, explica à Agência ECCLESIA.

Miguel Panão destaca que como moderador, para além da especialização de cada interveniente, vai estar também interessado “nas suas histórias”.

O ateliê com o tema ‘Ecologia ambiental, económica e social’ vai ter a participação do engenheiro agrónomo Pedro Aguiar Pinto, que é professor catedrático no Instituto Superior de Agronomia; da vice-reitora da Universidade Aberta, Carla Padrel de Oliveira; e da reitora da Universidade Católica Portuguesa, Maria da Glória Garcia.

“Vemos pessoas muito especializadas, podem falar com autoridade no sentido da capacidade de fazer crescer. Por detrás da especialidade está a nossa história pessoal e a relação com aquilo que estudamos”, desenvolve o professor universitário.

‘Nada nos é indiferente – entre a terra e o céu’ é o tema do terceiro Encontro Nacional de Leigos, que se realiza em diferentes sítios da cidade de Évora, promovido pela Conferência Nacional do Apostolado dos Leigos (CNAL).

Agência Ecclesia – ler artigo completo aqui.

You have Successfully Subscribed!