Depois da grande celebração do Nascimento de Nosso Senhor Jesus em que enchemos o nosso coração com alegria e contemplamos o amor de Deus para com a humanidade, a liturgia deste domingo convida-nos a celebrar a Festa da Sagrada Família de Jesus, Maria e José. Todos nascemos no seio de uma família e ela desempenha um papel importantíssimo no crescimento de qualquer pessoa. A família é a célula básica da sociedade humana e muitas vezes vem definir o nosso comportamento e a nossa educação na sociedade. Ao celebrar, hoje, a Sagrada Família, a Igreja quer destacar o ambiente humano, concreto, em que se criou o Filho de Deus. A Sagrada Família como qualquer família do ontem, do hoje e do amanhã defronta-se com crises, dificuldades e obstáculos. Assim Mateus ajuda-nos neste domingo a contemplar a condição humana de Jesus.

A Sagrada Família de Jesus é um modelo para a vida de todas as famílias cristãs e de todas as comunidades. Ensina-nos a comunhão de vida e comunhão de amor, local onde as vidas se fundem em um só coração e em uma só alma.

O Evangelho deste domingo narra a fuga da Sagrada Família para Egipto por causa da ameaça de Herodes ao menino e o regresso à terra de Israel. José recebe em sonho as indicações e segue o caminho que o Anjo do Senhor lhe indicou. A Sagrada Família é também uma família onde se escuta a Palavra de Deus e onde se aprende a ler os sinais de Deus. É na escuta da Palavra que esta Família consegue encontrar as soluções para vencer as contrariedades e para ajudar os seus membros a vencerem os riscos que correm; é na escuta de Deus que esta família consegue descobrir os caminhos a percorrer, a fim de assegurar a cada um dos seus membros a vida e o futuro. A Família de Nazaré mostra-nos uma grande lição de obediência.

Jesus assumiu a nossa condição de servo para realizar connosco o êxodo para a liberdade.

Rezemos para que a Sagrada Família nos ensine a viver um ambiente de amor, de concórdia, de amizade nas nossas famílias e para que os conflitos deem lugar à paz.

Maria, Rainha da Família, Rogai por nós!

Pistas de Reflexão

  • Quais são as luzes e as sombras da minha família?
  • Como posso servir como instrumento da união na minha família?

O Vosso amigo,
Pe. Andrew Prince

You have Successfully Subscribed!